AGÊNCIA DE NOTÍCIAS
Brasília, Domingo, 24 de Setembro de 2017
24 de setembro de 2014

Contador faz palestra em congresso na Costa Rica

Postado por: Comunicação CFC


O Congreso Internacional sobre Normas Internacionales de Información Financiera (NIIF) y Normas Internacionales de Auditoría (NIA), realizado nos dias 18 e 19 de setembro, na Costa Rica, contou com uma palestra realizada pelo contador Jádson Gonçalves Ricarte, que foi conselheiro, pelo estado de Sergipe, no Conselho Federal de Contabilidade, gestão 2010 a 1013. Atualmente, ele é diretor do Grupo Latino-americano de Emissores de Normas de Informação Financeira (Glenif).

A palestra ministrada pelo contador teve como tema A Aplicação das Normas Internacionais de Informação Financeira para as Pequenas e Médias Empresas na América Latina – Primeiras Conclusões. No Brasil, as NIIF são conhecidas pela sigla IFRS – International Financial Reporting Standards.

O Congresso foi organizado pelo Colégio de Contadores Públicos da Costa Rica e contou com 12 palestrantes, representantes de nove países.

América Latina

De acordó com Jádson Ricarte, grande parte dos países da América Latina já adotou ou convergiu para as IFRS para as Pequenas e Médias Empresas. “Outros países estão implementando este ano, como é o caso da Colômbia e da República Dominicana”, explica o contador.

Na Bolívia, segundo o diretor do Glenif, o Colégio de Contadores Públicos aprovou a adoção do IFRS e IFRS PME, “mas a Autoridade da Empresa, que é o órgão público que deve emitir regulamentos, não aprovou”. Dessa forma, ele acrescenta, o Colégio teve que voltar atrás na decisão de adotar o IFRS para as PMEs.

Já na Guatemala, continua Jádson Ricarte, a aprovação não foi realizada com base em uma lei específica, como em outros países. “O Colégio de Contadores Públicos e Auditores da Guatemala tomou a decisão com base nos estatutos da Associação Profissional, através de uma resolução em Assembleia Extraordinária”, afirma ele.

O contador sergipano informa ainda que o México decidiu, desde 2011, não adotar o padrão internacional IFRS para as PMEs, emitido pelo Conselho de Normas Internacionais de Contabilidade – International Accounting Standards Board (Iasb).

“No Uruguai não há normas IFRS para PMEs. Nesse país, foi estipulado, em 2009, um decreto para implementar um sistema simplificado – sem IAS 12 ou 39, usando o valor atual de estoques, etc. O país está estudando a possibilidade de adotar o IFRS para PMEs mas, na opinião da maioria, o atual padrão Internacional não simplifica ou contempla a situação das Pequenas e Médias Empresas”, finaliza Jádson Ricarte.


Totem Ticker