AGÊNCIA DE NOTÍCIAS
Brasília, Quarta Feira, 24 de Maio de 2017
5 de dezembro de 2014

Quintas do Saber recebe ministro da Fazenda, Guido Mantega, e discute sobre Normas Internacionais de Contabilidade

Postado por: Comunicação CFC


Por Maristela Girotto
Comunicação CFC

_MG_0035

Da esq. para a dir.: Antoninho Trevisan, ministro Guido Mantega, Maria Clara Cavalcante Bugarim, José Martonio Alves Coelho e Nelson Machado

A 10ª edição do projeto Quintas do Saber, da Academia Brasileira de Ciências Contábeis (Abracicon), realizada nesta quinta-feira (4/12), no auditório do Conselho Federal de Contabilidade (CFC), contou com apresentações sobre Normas Internacionais de Contabilidade, feitas por Amaro Gomes, membro do International Accounting Standards Board (Iasb), e Ana María Elorrieta, do board da International Federation of Accountants (Ifac). Em um segundo momento, o evento teve a participação do ministro da Fazenda, Guido Mantega, que falou sobre os desafios da economia brasileira.

O estágio atual da adoção do IFRS no mundo foi apresentado por Amaro Gomes. Ele mencionou uma pesquisa recente, realizada pelo Iasb em 138 países, a qual revelou que 114 nações adotam integralmente as normas internacionais para empresas de capital aberto. “Isso representa a consolidação das normas do Iasb como referência para a adoção pelos mercados internacionais, contribuindo para a estabilidade econômica e financeira mundial”, afirmou.

_MG_0006

Lembrando algumas etapas da convergência contábil pelos países da América Latina, Gomes citou que o Chile foi o primeiro país da região a adotar o IFRS para todas as empresas. Após discorrer sobre o processo de adoção pelo Brasil, o contador, que representa a América do Sul no board do Iasb, respondeu a perguntas do público.

Já Ana María Elorrieta forneceu uma visão geral sobre a internacionalização das normas, com destaque para aspectos como os modelos de elaboração das normas de auditoria e asseguração, de ética, de educação e do setor público. Todas essas normas são editadas pelos conselhos que fazem parte da Federação Internacional de Contadores. “Os conselhos da Ifac são independentes quanto aos seus conteúdos e agendas”, explicou.

_MG_2635

Indicada ao board da Ifac pelo CFC e pelo Instituto dos Auditores Independentes do Brasil (Ibracon), Ana María falou ainda sobre as reformas que estão sendo realizadas na Federação e, em consequência, nos modelos de elaboração das normas de contabilidade nos últimos 10 anos. Ela também expôs os principais desafios da profissão, em nível nacional e internacional.

As apresentações de Ana María Elorrieta e Amaro Gomes contaram com a mediação da vice-presidente Técnica do CFC, Verônica Cunha de Souto Maior, e do presidente do Ibracon, Eduardo Pocetti._MG_2624

 

Ministro da Fazenda

_MG_0092

No segundo momento do Quintas do Saber, o ministro da Fazenda, Guido Mantega, fez um rápido discurso ao auditório lotado do CFC. Ele subiu ao palco acompanhado da presidente da Abracicon, Maria Clara Cavalcante Bugarim; do acadêmico da Abracicon, Antoninho Trevisan; e do ex-ministro da Previdência Social e ex-secretário executivo do Ministério da Fazenda, Nelson Machado.

Após recordar a “longa parceria e amizade” que possui com Trevisan e Machado, Guido Mantega afirmou que eles “ajudaram a aperfeiçoar, melhorar e modernizar as normas contábeis brasileiras nos últimos anos”.

O ministro falou sobre os desafios da economia brasileira para os próximos anos e recebeu uma homenagem do CFC pela edição, em 2008, da Portaria MF nº 184, que “dispõe sobre as diretrizes a serem observadas no setor público (pelos entes públicos) quanto aos procedimentos, práticas, laboração e divulgação das demonstrações contábeis, de forma a torná-los convergentes com as Normas Internacionais de Contabilidade Aplicadas ao Setor Público”.


Totem Ticker