AGÊNCIA DE NOTÍCIAS
Brasília, Domingo, 24 de Setembro de 2017
13 de março de 2015

Classe contábil discute os rumos da profissão em Maceió

Postado por: Comunicação CFC


Elton Pacheco
RP1 Comunicação

Investimento em educação continuada, ética e qualidade são os grandes desafios da profissão, segundo palestrantes. Evento na capital alagoana reuniu cerca de 300 pessoas

Maceió (AL) – O investimento em educação continuada, a qualidade no serviço prestado, o reforço do papel do contador como agente de fiscalização da sociedade são alguns dos grandes desafios que a profissão contábil enfrentará no Brasil e no mundo ao longo dos próximos anos. Essas são algumas das conclusões dos palestrantes do Seminário Regional Interamericano de Contabilidade, evento realizado no Hotel Jatiúca, em Maceió, nos dias 12 e 13 de março.

Nestes dois dias, líderes de entidades contábeis do Brasil, Portugal, Estados Unidos, Canadá, Bolívia, Peru e Argentina estiveram na cidade para discutir a profissão. As contribuições geradas a partir dos debates ajudaram a estimular o pensamento e a reflexão sobre temas atuais, além de apresentar novas perspectivas para a profissão contábil. O Seminário Regional Interamericano reuniu cerca de 300 pessoas, entre estudantes e profissionais.

O presidente do Conselho Federal de Contabilidade (CFC), José Martonio Alves Coelho, definiu o evento como um “Quilombo Simbólico”, em alusão ao pensamento de Zumbi dos Palmares (alagoano e principal representante da resistência negra à escravidão na época do Brasil Colonial). Zumbi dos Palmares dizia que permanece escravo apenas aquele que tem medo de morrer sobre os donos.

“Esperamos que este encontro tenha sido uma espécie de ‘Quilombo Simbólico’ da sabedoria, nesta luta incansável pelo conhecimento. E que o mergulho no universo do saber contábil seja sempre a meta de todos nós”, disse. Martonio Coelho também lembrou a importância de investir em educação profissional. “É fundamental dedicarmos o pouco do nosso tempo, se quisermos ser felizes na profissão que escolhemos, para o conhecimento. Não é simples. É um desafio a todos nós”.

Para a contadora Maria Clara Bugarim, presidente da Academia Brasileira de Ciências Contábeis (Abracicon) e atual controladora-geral do Estado de Alagoas, o saldo do encontro foi positivo. “Podemos dizer, sem sombra de dúvidas, que reunimos nestes dois dias o ‘PIB da Contabilidade’ em Maceió. Esperamos que as discussões geradas aqui possam estimular uma maior participação da classe contábil nas questões importantes para o País”, afirmou.

O governador de Alagoas, Renan Calheiros Filho (PMDB), esteve na abertura do Seminário. Ele ressaltou a importância de receber um evento deste tipo em Maceió. “Como governador, encaro a contabilidade como uma aliada de minha gestão. Nosso governo faz questão de fiscalizar e ser fiscalizado por órgãos competentes e, principalmente, pela população”, disse.

Renan Filho também enalteceu a participação da contadora Maria Clara Cavalcante Bugarim em seu governo, que, segundo ele, é uma legitima representante da classe contábil. Além do governador, prestigiaram o evento George Santoro, secretário de Estado de Fazenda e o presidente do Tribunal de Contas de Alagoas, Otávio Lessa.

Entre os líderes internacionais, estiveram presentes Gustavo Gil Gil da Bolívia, Presidente da Associação Interamericana de Contabilidade (AIC); o bastonário Antonio Domingos de Azevedo, da Ordem dos Técnicos Oficiais de Contas (Otoc), de Portugal; Jim Knafo, do Instituto Americano de Contadores Públicos Certificados (AICPA, na sigla em inglês); Ramon Vicente Nicastro, Presidente da Federação Argentina de Conselhos Profissionais de Ciências Econômicas (FACPCE) e Jorge José Gil, presidente do Grupo Latino-americano de Emissores de Normas de Informação Financeira (Glenif).

A profissão contábil também foi debatida sob a ótica dos brasileiros Idésio da Silva Coelho Júnior, presidente do Instituto dos Auditores Independentes do Brasil (Ibracon), do presidente do Conselho Regional de Contabilidade de Alagoas (CRCAL), Carlos Sampaio, do presidente da Fundação Brasileira de Contabilidade (FBC), Juarez Domingos Carneiro e do vice-presidente do CFC, Zulmir Ivânio Breda.

Este último falou em nome da Federação Internacional de Contadores (IFAC, na sigla em inglês), sobre La Creación de Capacidad, La Promoción de la Calidad (Criação da Capacidade e Promoção da Qualidade), com a coordenação da técnica oficial de contas Lucia Maria Portela, de Portugal.

O evento foi realizado pelo CFC, pelo Conselho Regional de Contabilidade da Alagoas (CRCAL) e pela AIC, com  apoio da Abracicon, FBC, AICPA, IFAC e OTOC.

WAG_8086WAG_8138 WAG_8100DSC_6298
WAG_8088WAG_8175

WAG_8195WAG_8183

 

 


Totem Ticker