AGÊNCIA DE NOTÍCIAS
Brasília, Terça Feira, 23 de Maio de 2017
20 de março de 2015

Convênio entre CFC, Sebrae e Fenacon apoiará pequenos negócios

Postado por: Comunicação CFC


Ações conjuntas permitirão o desenvolvimento de projetos e atividades que estimulem o empreendedorismo em todo o País
 
Elton Pacheco
RP1 Comunicação
Da esq. para direita: Mario Berti, presidente da Fenacon; Luiz Eduardo Barreto, presidente do Sebrae Nacional; José Martonio Alves Coelho, presidente do CFC; e  José Claudio Santos, diretor de Administração Financeira do Sebrae

Da esq. para direita: Mario Berti, presidente da Fenacon; Luiz Eduardo Barreto, presidente do Sebrae Nacional; José Martonio Alves Coelho, presidente do CFC; e José Claudio Santos, diretor de Administração Financeira do Sebrae

O Conselho Federal de Contabilidade (CFC) firmou, nesta quinta-feira (19), convênio com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) e a Federação Nacional das Empresas de Serviços Contábeis e das Empresas de Assessoramento, Perícias, Informações e Pesquisas (Fenacon). O objetivo é apoiar negócios de pequeno porte em todo o País a partir da sensibilização e da troca de informações relativas à área contábil.

O convênio, assinado na sede do Sebrae Nacional em Brasília pelos presidentes das três entidades, permitirá o desenvolvimento de projetos, ações e atividades que estimulem o empreendedorismo, com o objetivo de contribuir para o aumento do emprego e renda. Segundo dados do Sebrae, o Brasil possui cerca de 10 milhões de micro e pequenas empresas (MPEs) e microempreendedores individuais (MEIs).
Entre elas estão previstas a realização de eventos, palestras e cursos que visam à capacitação e à educação continuada dos contabilistas, oportunizando espaço para o incentivo ao empreendedorismo e à importância da formalização de empresas; implantação de atividades de articulação local, nas cidades com população entre 50 e 300 mil habitantes, com a prefeitura municipal, órgãos afins da administração municipal e entidades empresariais; além do fomento à pesquisa sobre a realidade das micros e pequenas empresas no País.
“A assinatura deste convênio representa mais um compromisso de alta relevância firmado entre velhos parceiros. Trata-se de um marco em nosso campo de atuação, porque caracteriza o quanto ainda podemos fazer para proporcionar o desenvolvimento de nossos profissionais, para qualificar as empresas de serviços contábeis, para aprimorar o ambiente dos pequenos negócios e para constituir uma segura rede de atendimento”, afirmou o presidente do CFC, José Martonio Alves Coelho.
Representantes das três entidades apresentam convênio firmado

Representantes das três entidades apresentam convênio firmado

Martonio Coelho disse, durante a cerimônia de assinatura, que o profissional da contabilidade atua hoje como um consultor “com funções diversificadas”. “É o profissional que visa facilitar a vida do empresário e proporcionar o desenvolvimento da empresa, aumentando sua credibilidade. Metaforicamente, o profissional da contabilidade funciona como uma bússola para a navegação empresarial”, destacou.
Ele lembrou ainda de outras parcerias de sucesso entre as três entidades, a exemplo do esforço na mobilização da classe contábil em torno da aprovação da Lei Geral das Micro e Pequenas Empresas, do Programa Contabilizando o Sucesso, em que o contador atua como um gerenciador, e do projeto Microempreendedor Individual.
Para o presidente do Sebrae Nacional, Luiz Eduardo Barreto, a gestão empresarial é primordial para o trabalho da entidade e dos contadores. “O contador é uma antena ligada para nos ajudar nessas questões”, disse. “Dessa forma, é quase natural que CFC, Fenacon e Sebrae caminhem juntos. Os profissionais da contabilidade lidam com a imensa maioria de clientes do Sebrae. Nossos papeis, portanto, são complementares”, disse, lembrando que, em 2014, o saldo positivo de emprego no Brasil foi impulsionado pelas MPEs. “Não teremos um Brasil melhor se no centro de nossas agendas não houver este público”.
Mario Berti, presidente da Fenacon, também destacou a importância do convênio entre as três entidades. “Para nós, este momento simboliza e representa a preocupação que temos com o empresariado, sobretudo o micro e pequeno, que está sendo cada vez mais penalizado. Esta é uma boa hora para colocarmos em prática essas ações”, disse.
Acompanharam a assinatura do convênio a presidente da Academia Brasileira de Ciências Contabeis (Abracicon), Maria Clara Cavalcante Bugarim; os vice-presidentes do CFC Luiz Fernando Nóbrega (Fiscalização), Luiz Henrique Souza (Administração), Aécio Prado (Desenvolvimento Operacional), Zulmir Breda (Desenvolvimento Profissional); os conselheiros Vivaldo Barbosa e Lucilene Florêncio; e o presidente do CRCMS Ruberlei Bulgarelli.
Também participaram Gilvan Dantas, subsecretário de Contabilidade Pública da Secretaria do Tesouro Nacional; José Claudio Santos, diretor de Administração Financeira do Sebrae e Bruno Quick, gerente de Políticas Públicas do Sebrae.

Totem Ticker