AGÊNCIA DE NOTÍCIAS
Brasília, Segunda Feira, 26 de Junho de 2017
22 de abril de 2015

Criado o primeiro Observatório Social do Tocantins

Postado por: Comunicação CFC


Por Assessoria de Imprensa


Direção do Observatório Social de palmas já está definida

Foi criado nesta quinta-feira (16) em Assembleia no Auditório do Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac), o Observatório Social de Palmas, que passa a atuar como um órgão fiscalizador que tem como objetivo a melhoria da gestão na aplicação dos recursos públicos pela Prefeitura e Câmara Municipal de Palmas. Na Assembleia  houve a posse da primeira diretoria, com mandato de dois anos.

A Diretoria é constituída pelo Conselho de Administração e Conselho Fiscal, formado por 11 membros. Para o Conselho de Administração, ficou definido como presidente, Ana Isabel Friedlander; como Diretor Administrativo e Financeiro, Davi Lins Ferreira; como Diretora Institucional e de Alianças, Patrícia Ferreira do Nascimento; como Diretora de Produtos e Metodologia, Maria Eunice Costa Rodrigues; e como Diretora de Controle Social, Maria do Socorro Erculano de Lima. O Conselho Fiscal foi constituído por Aurivan de Castro, Kátia Maria Coelho dos Santos, Leonel dos Santos Vaz e como suplentes, Iron Marcena Beltrão, Pedro Martins Aires e Leonel Brizola Seixas.

A reunião foi aberta pela secretária de Transparência e Prevenção da Corrupção da Controladoria Geral da União, Patrícia Audi, que veio de Brasília para prestigiar o evento e falou sobre a importância do Observatório Social não só para Palmas mas para todo o estado. “O Observatório Social representa a expressão mais pura da prática da cidadania plena. Os membros do Observatório Social e a CGU no Tocantins estão de parabéns pela iniciativa,” destacou.

Durante o evento assinaram termo de apoio financeiro o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas – SEBRAE/TO, a Federação das Indústrias do Estado do Tocantins – FIETO, a Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado do Tocantins – FECOMÉRCIO, a Associação Comercial e Empresarial de Palmas – Acipa e a Organização das Cooperativas do Estado do Tocantins – OCB, mantenedores do OSPalmas – TO.

O evento também contou com o apoio da CGU, PVCC – Programa do Voluntariado da Classe Contábil, Receita Federal, Policia Rodoviária Federal, OAB, UFT, Instituto de Educação, Ciência e Tecnologia do Tocantins, Tribunal de Contas do Estado, UNITINS, ULBRA, Faculdade Católica do Tocantins, CGE, SEFAZ, Conselho Regional de Contabilidade, Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia, Conselho Regional de Economia, Conselho Regional de Administração, Serviço Social do Comércio, Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial,  Serviço Social da Indústria, Infraero Aeroportos, Instituto Euvaldo Lodi, Programa de Voluntariado de Classe Contábil, Associação de Jovens Empresários e Empreendedores do Tocantins, Sindicato dos Trabalhadores da Saúde no Estado do Tocantins, Sindicato das Empresas de Serviços Contábeis e das Empresas de Assessoramento, Perícias, Informações e Pesquisas no Tocantins, Sindicato dos Auditores de Renda no Estado do Tocantins, Sindicato dos Auditores Fiscais da Receita Estadual, Sindicato das Indústrias Gráficas, Sindicato dos Engenheiros, Arquitetos e Geólogos do Estado do Tocantins, Sindicato dos Trabalhadores em Educação no Estado do Tocantins, Nova Central Sindical de Trabalhadores no Tocantins e Sindicato dos Servidores Públicos do Estado do Tocantins.

Em entrevista, a presidente Ana Isabel ressaltou que o trabalho do Observatório é democrático e totalmente apartidário, “Os requisitos a ser preenchido por aqueles que querem ser voluntários do Observatório Social é não ser filiado a partido político algum e não ser servidor nem do Município, nem da Câmara Municipal. Afinal, nosso objetivo não é apoiar ou eleger nenhum gestor público, também não é desclassificar ninguém. Nossa luta é contra a corrupção, seja lá onde ela estiver no âmbito municipal.” observou Ana Isabel, acrescentando que o principal trabalho do Observatório é a fiscalização, mas que também não é o único: “Temos a proposta de auxiliar as pequenas empresas a participar das licitações, de realizar eventos e ações que incentivem o controle social, a luta contra a corrupção e que promovam a cidadania. ”

Quer fazer parte do Observatório ou dar apoio institucional ?

Entre em contato pelo e-mail : observatoriosocialpalmas@gmail.com ou pelos telefones:  8117.2816 (Ana Isabel) 9290.4264 (Patricia Ferreira) ou 8119.3540 (Socorro Erculano)

Informações para imprensa e marcação de entrevistas: Juliana Arraes – 63. 99667004  ascomospalmas@gmail.com

Twitter: @ospalmas

Facebook: https://www.facebook.com/ObservatorioSocialdePalmas


Totem Ticker