AGÊNCIA DE NOTÍCIAS
Brasília, Domingo, 23 de Julho de 2017
24 de julho de 2015

Programa Excelência na Contabilidade é retomado com cursos de mestrado

Postado por: Comunicação CFC


 Por Maristela Girotto
Comunicação CFC

O Programa Excelência na Contabilidade, desenvolvido pelo Conselho Federal de Contabilidade (CFC), desde 1994, passou por reformulação em 2014 e, este ano, está em andamento com o foco voltado exclusivamente aos cursos de pós-graduação stricto sensu – mestrado e doutorado – em regiões carentes desses cursos. “O desenvolvimento da contabilidade, como ciência, e a existência de profissionais qualificados depende da formação de mais mestres e doutores nessa área, e o Brasil tem uma escassa oferta de cursos de mestrado e doutorado em relação ao número de cursos de graduação existentes, bem como em relação ao número de profissionais no mercado”, afirma o vice-presidente de Desenvolvimento Profissional e Institucional do CFC, Zulmir Ivânio Breda.

Em 2015, o Plenário do CFC homologou o apoio a dois projetos de cursos de Mestrado em Ciências Contábeis: na reunião realizada no dia 20 de março, foi aprovado o subsídio de até 30% do total do projeto de mestrado apresentado pelo Conselho Regional de Contabilidade do Tocantins (CRCTO), em parceria com a Universidade Federal do Tocantins (UFT) e a Universidade do Vale dos Sinos (Unisinos), do Rio Grande do Sul; e, em 19 de junho, o Plenário aprovou apoio, de igual percentual, para o curso proposto pelo CRC de Mato Grosso (CRCMT), em parceria com a Fucape – Pesquisa Ensino e Participações, do Espírito Santo.

O Programa

O Excelência na Contabilidade foi instituído com o objetivo de ampliar a existência de cursos de pós-graduação stricto sensu em Contabilidade, participando financeiramente de projetos específicos direcionados a essa finalidade, mediante convênios firmados com Instituições de Ensino Superior recomendadas pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes). Ao longo dos anos, diante da necessidade de maior incremento à pós-graduação na área, o programa passou a apoiar também cursos lato sensu – especialização.

Com a recente reestruturação, o programa do CFC voltou a fornecer subsídio apenas aos cursos stricto sensu. “O CFC entende que a oferta de cursos de pós graduação lato sensu já é satisfatória, o que ainda não acontece com os cursos de mestrado e doutorado, que ainda são escassos, pois temos apenas cerca de três dezenas desses cursos em todo o país, com forte concentração nas regiões Sudeste e Sul”, destaca Breda.

O vice-presidente explica que o subsídio oferecido pelo CFC beneficia os participantes do programa que sejam contadores, estejam registrados e em situação regular com os Conselhos Regionais de Contabilidade de sua jurisdição. “Por meio da realização desses cursos, os contadores têm a possibilidade de conquistar um espaço maior na sociedade, uma vez que estarão mais bem preparados para o exercício de suas atividades e para apontar os caminhos que a Contabilidade, como ciência social aplicada, tem a oferecer”, finaliza.

 

 


Totem Ticker