AGÊNCIA DE NOTÍCIAS
Brasília, Quinta Feira, 23 de Novembro de 2017
9 de setembro de 2015

Encontro debate qualidade e metodologia dos cursos de Ciências Contábeis

Postado por: Comunicação CFC


Por Juliana Oliveira
RP1 Comunicação

Evento realizado pelo CFC ocorre em Belo Horizonte-MG

O Conselho Federal de Contabilidade (CFC) realiza, nos dias 26 e 27 de outubro, o X Encontro Nacional de Coordenadores e Professores do Curso de Ciências Contábeis (X ENCPCC), em Belo Horizonte (MG). O evento debaterá temas relativos a qualidade, financiamento e metodologias dos cursos de contabilidade.

O Brasil tem apresentando crescimento consistente na oferta de cursos e vagas em Ciências Contábeis, especialmente nos últimos 20 anos. A qualidade da formação é uma preocupação constante do CFC. “Saltamos de cerca de 30 mil vagas ofertadas, em 1995, para mais de 320 mil este ano. Precisamos garantir que os alunos saiam desses cursos aptos a prestar um bom serviço contábil para a sociedade”, explica o vice-presidente de Desenvolvimento Profissional e Institucional do CFC, Zulmir Breda.

A formação de mestres e doutores é condição indispensável para a melhoria dos cursos. “Durante 27 anos, apenas a Universidade de São Paulo (USP) oferecia curso de doutorado em Ciências Contábeis. Em 2007, a Universidade de Brasília (UnB) abriu um programa, e hoje já são 12 no Brasil, mas ainda há um grande campo a ser explorado na área”, comenta Ernani Ott, presidente da Associação Nacional dos Programas de Pós-graduação em Ciências Contábeis (ANPCONT). Ott participará do X ENCPCC no painel “A Pós-graduação e a Formação Docente”.

Além do desafio de elevar a proporção dos atuais 3,2 mestres e doutores por curso, há também o desafio de desconcentrar, geograficamente, as pós-graduações. A maioria dos programas está nas Regiões Sudeste e Sul do País.  “O aluno de mestrado ou de doutorado que sai de seu Estado para fazer o curso em outro, em geral, não volta, o que agrava a distorção regional”, conta Breda.

O CFC desenvolve, desde 1994, o Programa Excelência na Contabilidade, que tem o objetivo de fomentar a existência de pós-graduações stricto senso, apoiando financeiramente projetos específicos direcionados a esse fim. Este ano estão sendo apoiados os programas no Tocantins e em Mato Grosso, Estados com baixo número de mestres e doutores.

Outro tema que será debatido no Encontro é a grade curricular. “O MEC propõe uma grade mínima, e as faculdades e universidades têm margem pequena para fazer as adequações regionais. Temos atendido a uma demanda da sociedade de participar mais ativamente na reformulação do ensino superior e oferecemos sugestões de conteúdos a ser abordados”, explica Breda. A Fundação Brasileira de Contabilidade (FBC), em conjunto com o CFC, está trabalhando na atualização da Proposta Nacional de Conteúdo para o Curso de Graduação em Ciências Contábeis.

“O texto está em sua segunda edição e estamos trabalhando na atualização, que deve ficar pronta até o fim do ano”, afirma Breda. O Grupo de Trabalho responsável pela proposta participará do Encontro em um painel.

O desafio de ministrar aulas para alunos cada vez mais digitalmente conectados também será abordado pelos participantes do encontro. “Hoje um jovem que entra na faculdade com 18 anos não aceita os métodos convencionais de ensino e exige a apresentação de conteúdos de forma mais atraente. Esse tema também será discutido no Encontro”, ressalta Breda.

O Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade) avalia cursos diferentes anualmente. A edição deste ano avaliará alunos de Ciências Contábeis. Em 2012, última vez em que foram avaliados, a média geral foi baixa. “Estamos atentos ao resultado, mas esperamos que ele traduza os avanços que estão sendo empreendidos na área”, afirma Breda.

O X ENCPCCC é realizado pelo CFC e organizado pela Academia Brasileira de Ciências Contábeis (Abracicon). As inscrições estão abertas, custam R$ 300 e podem ser realizadas no site do evento www.encpccc.cfc.org.br, onde também consta toda a programação.


Totem Ticker